Latest Post

Conheça os 10 primeiros condutores da tocha olímpica no Brasil

Written By Francisco Dantas on terça-feira, 3 de maio de 2016 | terça-feira, maio 03, 2016

Fabiana Claudino é considerada uma das melhores centrais do voleibol mundialA chama olímpica está a caminho de Brasília e será conduzida, a partir desta terça-feira (3), pelas cinco regiões brasileiras. Conheça um pouco dos dez primeiros condutores da tocha, que vão dar os passos iniciais no Brasil para a realização do maior evento esportivo de sua história:
Fabiana Claudino
Bicampeã olímpica (2008 e 2012) e capitã da seleção brasileira de voleibol, Fabiana Claudino é considerada uma das melhores centrais do mundo, e deve ser uma das apostas do técnico José Roberto Guimarães para buscar o tricampeonato olímpico nos Jogos Rio 2016. Fabiana será a primeira atleta a carregar o símbolo em solo brasileiro, depois que a chama for reacesa pela presidenta Dilma Rousseff. A chama olímpica é preservada numa lanterna e não na tocha. É com o fogo da lanterna que as tochas são acesas.
Artur Ávila Cordeiro de Melo
Primeiro pesquisador brasileiro e da América Latina a receber a Medalha Fields, considerada o Nobel da Matemática, o carioca Artur Ávila Cordeiro de Melo vai conduzir a tocha para ressaltar a importância da educação para o desenvolvimento do país e para a formação de seus atletas e cidadãos.
Gabriel Medina
Um dos grandes ídolos do esporte brasileiro na atualidade, Gabriel Medina iniciou ainda na adolescência sua trajetória vitoriosa no surfe, até tornar-se, em 2014, o primeiro brasileiro a conquistar o título do Circuito Mundial de Surfe (WCT).
Hanan Khaled Daqqah Hanan
A menina de 12 anos morava com a família em Idlib, no nordeste da Síria, um dos palcos da guerra civil no país. Após viver em um campo de refugiados na Jordânia, chegou ao Brasil e, desde então, reside em São Paulo com seus parentes. A mãe de Hanan está grávida e ela vive a expectativa do nascimento de seu primeiro irmão brasileiro.
Adriana Araújo
É a única mulher brasileira medalhista olímpica no boxe, com o bronze conquistado há quatro anos, na categoria até 60 kg, em Londres. A medalha da pugilista baiana de 34 anos marcou o centésimo pódio do Brasil nos Jogos Olímpicos.
Ângelo Assumpção
Uma das promessas brasileiras na ginástica artística, Ângelo Assumpção é especialista em salto e solo, e integra a seleção brasileira. O atleta de 19 anos venceu o preconceito sofrido em um episódio de bullying na internet e hoje mostra porque valeu a pena acreditar no sonho do esporte.
Paula Pequeno
Melhor jogadora dos Jogos Olímpicos Pequim 2008, a bicampeã olímpica Paula Pequeno defende atualmente a equipe Brasília Vôlei. A ponteira de 34 anos teve uma trajetória vitoriosa na seleção brasileira e em equipes da Rússia e Turquia.
Aurilene Vieira de Brito
Diretora da Escola Estadual Augustinho Brandão, em Cocal dos Alves (PI), um dos 30 municípios do Brasil com o pior do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), a professora piauiense Aurilene Vieira de Brito transformou sua instituição em uma das melhores no ensino médio no país, após conquistar dezenas de medalhas em competições de matemática e química.
Vanderlei Cordeiro de Lima
Hoje com 46 anos, protagonizou um dos momentos mais marcantes da história dos Jogos Olímpicos. Ele liderava a maratona, em Atenas 2004, quando, a seis quilômetros da chegada, foi derrubado por um manifestante religioso, mas voltou à prova e conquistou o bronze. Pela demonstração de espírito olímpico, recebeu a medalha Pierre de Coubertin.
"Enquanto ex-atleta e medalha de bronze nas Olimpíadas de Atenas, em 2004, é de um grande privilégio participar deste momento. Algo diferente, mas grandioso, esse de carregar o maior simbolismo da Olimpíada. E nesse tour que a tocha vai fazer já começaremos a contagiar o país para essa grande festa que vamos realizar. Enquanto eu estiver carregando este grande símbolo por Brasília, eu espero com muita alegria e emoção poder compartilhar com as pessoas ao meu redor esse sentimento único", disse Vanderlei. 
Gabriel Hardy
Aos 16 anos, Gabriel Hardy acumula prêmios e conquistas, como o Campeonato Brasileiro juvenil e o terceiro lugar no Sul-Americano de caratê. Aluno da rede pública estadual de Sobradinho, o atleta é agente jovem Transforma, programa educacional que leva os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 às escolas.
Confira o percurso da Tocha Olímpica na capital federal:
Conheça o percurso da Tocha Olímpica na capital federal

Chama que não se apaga
A cada edição, diferentes tecnologias são empregadas para evitar que a chama se apague debaixo de chuva, por falta de combustível ou outra intempérie. Por garantia, ainda na Grécia, a equipe organizadora já acende uma chama reserva dias antes da chama principal nascer. O objetivo é evitar que um dia nublado estrague a festa, apague o fogo e haja dificuldade em acender o fogo, mesmo com a utilização de lentes especiais. 
Da mesma forma, em cada cidade-sede, o comitê local mantém uma chama reserva para eventualidades. Em seu deslocamento nestes anos, o fogo olímpico já cruzou o Canal da Mancha de navio, enfrentou a neve, mergulhou até a Grande Barreira de Corais, na Austrália, chegou ao espaço, andou de cavalo e camelo e viajou em canoas indígenas.
Festa em Brasília
A festa de celebração da tocha olímpica em Brasília começará às 16 horas, nesta terça-feira (3), no gramado central da Esplanada dos Ministérios, na altura da Biblioteca Nacional. O revezamento da chama ainda estará em andamento quando for iniciada a comemoração com dez atrações locais e duas nacionais. No espaço, haverá também feira de artesanato e praça de alimentação.
Antes do show de encerramento, comandado pela baiana Daniela Mercury, o fogo olímpico chegará, por volta das 20h50, ao local da festa conduzido pela atual secretária do Esporte, Turismo e Lazer do DF e duas vezes medalhista olímpica do vôlei, Leila Barros. Em seguida, o Comitê dos Jogos do Rio 2016 comandará cerimônia no palco.
Mais cedo, no intervalo de apresentações musicais, ocorrerá no local um Ato pela Paz Mundial, realizado pelas pastas do Esporte, da Cultura e da Segurança Pública e Paz Social. O ato está agendado para as 19h20. Entre os participantes convidados estão a pacifista Graça Machel, presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade, viúva de Nelson Mandela e ex-ministra de Moçambique, e o ex-atleta Joaquim Cruz, campeão olímpico.
Abrem a celebração às 16 horas a Escola de Samba da Aruc, as cantoras Renata Jambeiro e Dhi Ribeiro. Todos se apresentarão juntos até as 16h40, com participação especial do Namastê, grupo que também tocará com Ellen Oléria, na sequência. Às 18h10, será a vez do carioca Diogo Nogueira.
Antes mesmo da festa, ainda no início do revezamento, haverá música para o público. A Banda Batalá tocará das 10 horas às 11h20 na Praça dos Três Poderes. Mais para o fim do trajeto, no Museu dos Povos Indígenas, o Ministério da Cultura organiza uma solenidade com apresentação cultural das 19h20 às 20 horas.
programação df
Fonte: Portal Brasil, com informações do Portal Brasil 2016, da Agência Brasil e da Agência Brasília

Desembargador nega recurso do WhatsApp e mantém bloqueio de 72h


Ícone do aplicativo de conversa Whatsapp em um smartphone (Foto: Fábio Tito/G1)O desembargador Cezário Siqueira Neto negou a liminar do mandado de segurança impetrado pelo WhatsApp Inc e manteve o bloqueio do aplicativo de mensagem instantânea para clientes de TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel pelo período de 72 horas, iniciado às 14h da segunda-feira (2). A decisão do recurso foi publicada às 0h30 desta terça-feira (3) durante o Plantão do Judiciário do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) e confirmada pela assessoria de comunicação do órgão nesta manhã.
Na decisão, o desembargador plantonista negou a liminar porque entendeu que existem possibilidades técnicas para o cumprimento da ordem judicial da quebra de sigilo das mensagens do WhatsApp.
“Há de ressaltar que o aplicativo, mesmo diante de um problema de tal magnitude, que já se arrasta desde o ano de 2015, e que podia impactar sobre milhões de usuários como ele mesmo afirma, nunca se sensibilizou em enviar especialistas para discutir com o magistrado e com as autoridades policiais interessadas sobre a viabilidade ou não da execução da medida. Preferiu a inércia, quiçá para causar o caos, e, com isso, pressionar o Judiciário a concordar com a sua vontade em não se submeter à legislação brasileira”, argumentou Cezário Siqueira Neto.
A multa para as empresas em caso de descumprimento do bloqueio é de R$ 500 mil. A decisão é do juiz Marcel Maia Montalvão, da Vara Criminal de Lagarto, em Sergipe. O magistrado atendeu a um pedido de medida cautelar da Polícia Federal, que foi endossado por parecer do Ministério Público.
O WhatsApp lamentou, em comunicado, a decisão e disse não ter a informação exigida pelo juiz.
Após a repercussão da decisão, o site do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) apresentou instabilidade na tarde de segunda-feira (2). O problema continua nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (3).
O Anonymous Brasil informou, através da página do grupo no Facebook, que bloqueou o site do TJSE como forma de protesto pela decisão de tirar do ar o aplicativo WhatsApp por 72 horas. A assessoria de comunicação do TJSE não confirmou que ele foi hackeado. Depois que o órgão percebeu a possibilidade de um ataque, decidiu bloquear a internet para proteger a rede de dados.
Compartilhamento de informação
O bloqueio foi pedido porque o Facebook, dono do WhatsApp, não cumpriu uma decisão judicial anterior de compartilhar informações que subsidiariam uma investigação criminal. A recusa já havia resultado na prisão do presidente do Facebook para América Latina em março.

Segundo o juiz, a medida cautelar é baseada no Marco Civil da Internet.
Os artigos citados pelo magistrado dizem que uma empresa estrangeira responde pelo pagamento de multa por uma “filial, sucursal, escritório ou estabelecimento situado no país” e que as empresas que fornecem aplicações devem prestar “informações que permitam a verificação quanto ao cumprimento da legislação brasileira referente à coleta, à guarda, ao armazenamento ou ao tratamento de dados, bem como quanto ao respeito à privacidade e ao sigilo de comunicações.”
Não é a primeira vez que um tribunal decide pela suspensão do acesso ao serviço de bate-papo no Brasil.
O bloqueio anterior ocorreu em dezembro de 2015, quando a Justiça de São Paulo ordenou que as empresas impedissem a conexão por 48 horas em represália ao WhatsApp ter se recusado a colaborar com uma investigação criminal. O aplicativo ficou inacessível por 12 horas e voltou a funcionar por decisão do Tribunal de Justiça de SP.
Conta no WhatsApp
A investigação que culminou no bloqueio desta segunda foi iniciada após uma apreensão de drogas na cidade de Lagarto, a 75 km de Aracaju. O juiz Marcel Montalvão pediu em novembro de 2015 que o Facebook informasse o nome dos usuários de uma conta no WhatsApp em que informações sobre drogas eram trocadas. As informações desse processo corriam em segredo de Justiça.

Segundo o delegado Aldo Amorim, membro da Diretoria de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal em Brasília, a investigação foi iniciada em 2015 e esbarrou na necessidade informações relacionadas às trocas de mensagens via WhatsApp, que foram solicitadas ao Facebook. A empresa não cumpriu a decisão.
Ainda de acordo o delegado, existe uma organização criminosa na cidade de Lagarto e o não fornecimento das informações do Facebook está obstruindo o trabalho de investigação da polícia.
Ele disse também que toda empresa de comunicação que atua no Brasil deve seguir a legislação brasileira, independente do seu país de origem.
O Facebook já proíbe que a rede social seja usada para vender drogas. No começo de fevereiro, a rede social alterou a política de uso do site e do aplicativo de fotos Instagram para impedir também que os usuários comercializassem armas.
Na prática, donos de páginas e perfis já não podiam vender material bélico, mas pequenas microempresas podiam usar a ferramenta de criação de anúncios rápidos para isso. Com a alteração, essa prática foi vetada. A política da rede, no entanto, não se estende ao WhatsApp.
Veja abaixo o comunicado do WhatsApp:
"Depois de cooperar com toda a extensão da nossa capacidade com os tribunais brasileiros, estamos desapontados que um juiz de Sergipe decidiu mais uma vez ordenar o bloqueio de WhatsApp no Brasil. Esta decisão pune mais de 100 milhões de brasileiros que dependem do nosso serviço para se comunicar, administrar os seus negócios e muito mais, para nos forçar a entregar informações que afirmamos repetidamente que nós não temos."

Por: G1 

Feliz Dia do Trabalhador

Written By Francisco Dantas on domingo, 1 de maio de 2016 | domingo, maio 01, 2016

Por: Portal Paulista Online

Paraíba recebe 630 mil doses da vacina contra a gripe para campanha que começa neste sábado

A campanha nacional de vacinação contra influenza começa oficialmente neste sábado (30) e vai até o dia 20 de maio, segundo orientações do Ministério da Saúde. Na Paraíba, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza o dia D de mobilização no município de Santa Luzia, no Sertão do Estado. A abertura oficial será às 9h, no centro da cidade, em frente ao Parque do Forró. Do dia 11 a 15 de abril, a vacinação contra a gripe foi antecipada para dois grupos prioritários no Estado: as gestantes e os trabalhadores de saúde.
A vacina contra a gripe é atualizada todos os anos para adequá-la aos vírus circulantes naquela estação. Sua composição é feita minuciosamente por pesquisadores e definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Para 2016, a Paraíba recebeu até o momento 630 mil doses da vacina trivalente contra a gripe (63% da meta preconizada pelo Ministério da Saúde). A meta total é vacinar 759.280 pessoas (80% do público-alvo) em todo o Estado. Mais de 2 mil postos de vacinação estarão em funcionamento, das 8h às 17h.
“Vale lembrar que a vacina contra a gripe tem duração de um ano e não previne a doença. Ela previne complicações que a gripe pode causar como síndromes e hospitalizações. Até o dia 13 de maio, o Estado deve receber as demais doses para atingir 100% da meta de vacinação”, afirmou a chefe do Núcleo de Imunização da SES, Isiane Queiroga.
Para este ano, os grupos prioritários da vacinação contra a gripe são: crianças de seis meses a cinco anos, idosos com mais de 65 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram bebês nos últimos 45 dias), presidiários e trabalhadores do sistema prisional, população indígena, trabalhadores de saúde, portadores de doenças crônicas e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas.
“Orientamos que os municípios garantam que sejam aplicadas as doses dentro dos grupos prioritários, do contrário, pode faltar vacina para quem realmente tem prioridade na imunização. Lembramos, ainda, que as pessoas que estão inseridas nestes grupos prioritários procurem as unidades de saúde mais próximas para se vacinarem, evitando deixar para os últimos dias”, alertou Isiane.
A campanha tem contribuído, ao longo dos anos, para a redução de complicações decorrentes da doença, para a diminuição das internações hospitalares e da mortalidade evitável nos grupos vacinados. A ação envolve esforços federais, estaduais (Secretarias Estaduais de Saúde) e municipais (Secretarias Municipais de Saúde). “Pedimos que a população que corresponde aos grupos prioritários procure as unidades de saúde mais próximas para se vacinar. Lembramos, ainda, que sejam tomadas as medidas de controle e prevenção da doença: higienização das mãos, evitar aglomeração, tapar a boca com o antebraço (e não com a mão) quando for tossir, por exemplo”, orientou.
Aplicativo Vacinação em Dia – O Ministério da Saúde disponibiliza aos usuários de smartphones e tablets um aplicativo capaz de gerenciar
cadernetas de vacinação cadastradas pelo usuário. Além de abrigar informações completas sobre as vacinas fornecidas pelo SUS e uma função com lembretes
sobre as campanhas sazonais de vacinação, o aplicativo Vacinação em Dia permite que o usuário crie e acompanhe cadernetas de vacinação, marcando a data da imunização e agendando a próxima.
Além disso, o usuário recebe lembretes sobre as campanhas sazonais de vacinação promovidas pelo Ministério e encontra o detalhamento de todas as vacinas disponibilizadas pelo SUS.
Por: Asscom

Motorista que matou irmão pombalenses Marcelo e Milena em acidente é solto e responderá processo em liberdade

Os advogados do vigilante Ananias Lúcio de Sousa Neto, de 42 anos, conseguiram através do Tribunal de Justiça da Paraíba, que o acusado responda ao processo em liberdade.
 
Ananias é acusado de ter matado e atropelado dois jovens da cidade de Pombal, no Sertão da Paraíba, no último dia 25 de fevereiro desse ano na BR 230, entre as cidade de Sousa e Aparecida. 

O mesmo estava preso na Colônia Penal Agrícola do Sertão em Sousa e teve sua liberdade decretada através de Habeas Corpus na manhã desta sexta-feira (29/04).




A polícia militar o prendeu em flagrante, e pós ser preso, o acusado confessou ao delegado Francisco Abrantes, que tinha ingerido bebida alcoólica durante o dia com os amigos.

Segundo o delegado, o acusado foi preso no momento em que estava jantando em um restaurante na cidade de Aparecida. Ele é acusado de ter provocado o acidente que resultou na morte da estudante Milena Hellen, de 17 anos, e seu irmão Marcelo Henrique, de 25 anos (ambos na foto acima).

Por:  Diáriodo Sertão

Dilma anuncia aumento no Bolsa Família e correção da tabela do IRPF

DilmaA presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou neste domingo (1º), durante festa do Dia do Trabalho organizada pela CUT (Central Única dos Trabalhadores), em São Paulo, que vai reajustar em 9% o valor dos benefícios do Bolsa Família e corrigir a tabela do imposto de renda sobre pessoa física em 5%.
O reajuste dos valores do Bolsa Família faz parte do chamado “pacote de bondades” preparado pelo governo que enfrenta um processo de impeachment no Senado.
“Estamos autorizando um reajuste no Bolsa Família que vai resultar em um aumento médio de 9% para as famílias. Essa proposta não nasceu hoje. Ela estava prevista lá em agosto de 2015 quando enviamos o orçamento par ao Congresso. Essa proposta estava prevista, e diante do quadro atual, tomamos medidas que garantem aumento na receita neste ano e nos próximos para viabilizar esse aumento no Bolsa Família. Tudo isso sem comprometer o cenário fiscal”, afirmou Dilma.
Uma entrevista coletiva convocada pelo Palácio do Planalto para explicar os reajustes no Bolsa Família foi cancelada logo após o anúncio feito por Dilma. A entrevista seria com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campêllo. O Planalto não explicou o que levou ao cancelamento e disse que uma nova data será programada para detalhar o reajuste.
As medidas anunciadas por Dilma eram dadas como certas desde a semana passada, o que despertou críticas de políticos da oposição ao governo Dilma. O presidente do Solidariedade, Paulinho da Força (SP), classificou o chamado “pacote de bondades” da presidente como um “ato de desespero”.
“Ela (Dilma) já não consegue mobilizar mais ninguém. O povo já não acredita mais nela. Isso parece mais uma vingança por tudo o que está acontecendo com ela do que qualquer outra coisa. Isso que é triste”, afirmou Paulinho durante um evento realizado pela Força Sindical em São Paulo.

Críticas

Dilma aproveitou o discurso para criticar o processo de impeachment que tramita contra ela no Senado. Ela disse que a oposição se aliou a “traidores” para tirá-la do poder. “Eles fazem isso porque há 15 meses atrás (sic), eles perderam uma eleição direta. Como eles perderam a eleição e eles tinham um programa para essa eleição, eles se alinharam, inclusive com traidores do nosso lado, para fazer o que? Para sob a cobertura do impeachment fazer uma eleição indireta”, disse a presidente.
Com a voz embargada, a presidente Dilma voltou a chamar o processo de impeachment contra ela de “golpe” e disse que irá resistir. “Eu vou resistir e vou lutar até o fim”, afirmou Dilma.
Por: Uol Notícias
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011-2014.
Template Criado Por Francisco Dantas Portal Paulista Online
Proudly powered by Blogger